0
 
DIGITO
DIGITO
  PESQUISA  

13 Ago 2002 por Paulo Jorge Dias  
EA inicia distribuição de Madden NFL 2003

A Electronic Arts começou a distribuir o seu jogo Madden NFL 2003, que está disponível para o PC, Game Boy Advance, GameCube, PlayStation 2, PlayStation e Xbox.

 

Mailing-list Assinatura grátis

 Indique o seu e-mail:
 

Publicidade

DIGITO Formação Digito Formação

Utilização do Microsoft Excel 2000 28 Fev 2003

Como Configurar o Setup do PC 28 Fev 2003

Criar Animações no ImageReady para a Web 28 Fev 2003

Linguagem Java – Conceitos Básicos 28 Fev 2003

 

 

Madden NFL 2003 é a versão mais recente da série de jogos de futebol americano que surgiu há 13 anos e até hoje já vendeu 25 milhões de unidades.

Disponível para seis plataformas - PC, Game Boy Advance, GameCube, PlayStation 2, PlayStation e Xbox - o Madden NFL 2003 começou a ser distribuído na terça-feira, segundo revelou a Electronic Arts.

Entre as novas funções, destaque para a versão de jogo on-line (só para a PlayStation 2), a introdução dos comentadores John Madden e Al Michaels, vários "mini-jogos" e a capacidade de editar jogadas.

Foram ainda introduzidas melhorias ao nível dos gráficos, mais de 300 faces de jogadores, bancadas animadas em 3D e um banda sonora renovada, que inclui os temas mais recentes de artistas como Bon Jovi.


 

Tecnologia Tecnologia

Empresa americana quer impedir australianos de aceder à Internet

Mitsubishi anuncia gravadores de DVD a 16X para 2004


Software Software

Falha de segurança no Internet Explorer expõe dados do Clipboard

Sony e Matsushita optam pelo Linux em aparelhos electrónicos


Jogos Jogos

Add-on para Star Trek Starfleet Command III

Xbox sobe o volume de vendas este Natal


Ciência Ciência

Agência Espacial Europeia adia missão Rosetta

China: sucesso no quarto lançamento espacial


E-business E-business

Philips compra fabricante de chips wireless

Gateway/Pressplay: PCs comercializados com 2.000 músicas


Telecomunicações Telecomunicações

Acesso wireless pode ser limitado nos Estados Unidos

Mais de 200 milhões de utilizadores de telemóveis na China